Vila Velha vai adotar iluminação pública inteligente

Vila Velha vai adotar iluminação pública inteligente

Até o final do ano serão realizados o processo licitatório e o leilão para a contratação da empresa que executará o projeto

 

A prefeitura de Vila Velha (ES) anunciou parceria público-privada (PPP) para a instalação de 50 mil luminárias de LED. A prefeitura tem como objetivo lançar as bases para que o município se transforme em uma cidade inteligente.

“Vamos ter um sistema todo em LED, que é a última palavra em termos de avanço tecnológico para a questão de iluminação pública”, afirmou Max Filho, prefeito de Villa Velha. “E esse é um esqueleto daquilo que pode vir a receber e amparar outros sistemas de cidade inteligente, para que se possa dar um salto tecnológico também em outras áreas”, explicou.

O projeto prevê investimentos de R$ 121 milhões para substituir todas as lâmpadas dos 35 mil pontos de iluminação pública e também expandir o parque para as cinco regiões do município, incluindo a área rural, além de praças, orla, vias, ciclovias e monumentos da cidade, que receberão iluminação cênica, chegando a 50 mil pontos.

Para o prefeito, outras iniciativas podem ser embarcadas no projeto, como a disponibilização de wi-fi, e a instalação do cerco inteligente de segurança, em parceria com o Governo do Estado.

Projeto terá impacto positivo em diversas áreas

Os estudos para a modelagem da licitação foram realizados sob a coordenação do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em conjunto com um consórcio de empresas formadas pela Ernst & Young, Ilumisul e Diamantino advogados.

A operação vai à leilão na Bolsa de Valores de São Paulo (Bolsa, Balcão, Brasil – B³), sendo que o modelo de negócio adotado permite gerar economia no consumo de energia de aproximadamente 50%.

Para o prefeito de Vila Velha, o projeto terá impacto positivo para segurança pública, trânsito,  valorização dos imóveis, lazer,  convívio social, comércio, serviços e turismo.

Até o final do ano serão realizados o processo licitatório e o leilão para a contratação da empresa que executará o projeto.

 

Outras Notícias

As ilegalidades contidas na Súmula 450 do Tribunal Superior do Trabalho
Advogados especializados criticam mudanças da nova Lei de Falências
Edital RFB de Transação por Adesão nº 1, DE 2020
Fique Sempre Por dentro
Cadastre-se na nossa newsletter
powered by Logo