Regras do Carf para súmulas devem garantir mais previsibilidade

Regras do Carf para súmulas devem garantir mais previsibilidade

O advogado Douglas Guilherme Filho colaborou com a reportagem do Debate Jurídico sobre a portaria que regulamenta a aprovação de súmulas e resoluções do Carf. Confira:

“A proposta de súmula apresentada por Conselheiro da Câmara Superior deve invocar ao menos três acórdãos concordantes proferidos por unanimidade ou maioria de votos. Por outro lado, se for trazida por membro da Turma Ordinária deverá trazer três posicionamentos de diferentes turmas”, explica Douglas Guilherme Filho, do Diamantino Advogados Associados.

“A medida se mostra interessante, sobretudo porque o conselho se tornou o centro de grandes discussões envolvendo valores que atingem cifras bilionárias. Além de trazer maior segurança jurídica às partes, deve garantir paridade no julgamento e reduzir o tempo de litígio seguindo os princípios da celeridade e eficiência”, afirma Douglas Guilherme Filho.

Leia mais:

Regras do Carf para súmulas devem garantir mais previsibilidade | Debate Jurídico (debatejuridico.com.br)

Outras Notícias

Empresas têm até 30 de maio para se cadastrarem no Domicílio Judicial Eletrônico
Reoneração da folha: desventuras em série
Reforma tributária sinaliza alento ao setor da construção civil
Fique Sempre Por dentro
Cadastre-se na nossa newsletter
powered by Logo