Escritórios apostam em Direito Empresarial Penal e Tributário em 2024

Escritórios apostam em Direito Empresarial Penal e Tributário em 2024

O Diamantino Advogados colaborou com a reportagem da Conjur sobre as expectativas e tendências do mercado jurídico para os escritórios de advocacia em 2024. Confira:

“O escritório tem concentrado sua atuação em casos de maior complexidade e valor agregado, na linha oposta do contencioso de volume. O ano de 2023 fechou com um incremento de 15% na receita e a expectativa para este ano é de um acréscimo de 22% com o aumento da demanda em consultoria fiscal, as alterações trazidas pela reforma tributária e sua regulamentação a partir de março. Será uma época de muita alteração legislativa e isso passará a ser crucial para as empresas. No setor agrário, o foco deverá ser as mudanças regulatórias, como a decisão do STF que acabou com o marco temporal indígena e passou a permitir novas demarcações mediante indenização, algo novo, visto que a expectativa era oposta. Esse tipo de indenização já passa a atrair a atenção de fundos de investimento em direitos creditórios (Fidics) como uma oportunidade de negócio. Na esfera cível, a perspectiva de dificuldades econômicas do agronegócio deverá ampliar os trabalhos no contencioso.

O Diamantino Advogados Associados tem 50 anos de atuação especializada em Agrário, Tributário e Contencioso Estratégico. A banca tem 20 advogados e atuação em vários estados brasileiros”.

Leia mais:

Escritórios planejam expansão em Direito Empresarial Penal e Tributário em 2024 (conjur.com.br)

Outras Notícias

Empresas têm até 30 de maio para se cadastrarem no Domicílio Judicial Eletrônico
Reoneração da folha: desventuras em série
Reforma tributária sinaliza alento ao setor da construção civil
Fique Sempre Por dentro
Cadastre-se na nossa newsletter
powered by Logo