O Supremo Tribunal Federal decidiu hoje sobre a considerada “Tese do Século”

O Supremo Tribunal Federal decidiu hoje sobre a considerada “Tese do Século”

Através do Recurso Extraordinário 574.706, por maioria dos votos, deverá ser excluído da base de cálculo do PIS/COFINS o ICMS que consta na Nota Fiscal, com modulação dos efeitos a partir de 2017.

O resultado do julgamento da tese do século foi considerado uma derrota para o governo. O STF modulou os efeitos de uma decisão da Corte tomada em 2017, quando foi decidido que o imposto estadual não deveria compor o tributo federal.

A União queria que os efeitos dessa decisão contassem somente a partir da decisão de modulação do STF, para limitar o impacto nos cofres públicos. Mas o Supremo fixou a data em 2017 e permitiu que todos os contribuintes possam se beneficiar da decisão a partir deste ano. A Corte também definiu que deve se descontar do imposto federal o tributo que aparece descrito na nota fiscal, chamado de ICMS destacado.

Com informações do site Exame.com

Outras Notícias

Regulação do mercado de carbono pode fomentar novos negócios no agro
Receita Federal prorroga o prazo da declaração do imposto de renda
Prazo para entrega da Declaração de Capitais Brasileiros no Exterior – DCBE 2022 encerra em 05.04.2022
Fique Sempre Por dentro
Cadastre-se na nossa newsletter
powered by Logo