Área do Cliente

Clique aqui e acompanhe de perto os processos que estão sendo gerenciados pelo Diamantino Advogados Associados.

Caso ainda não tenha sua senha, fale conosco.

 


Anatel dá 15 dias para Oi apresentar novo plano
Rodrigo Carro
14.08.2017

Em ofício encaminhado na semana passada ao conselho de administração da Oi, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estabeleceu prazo de 15 dias - contados a partir da notificação, na última quarta-feira - para a operadora apresentar nova versão do seu plano de recuperação judicial. No documento, a agência reguladora acena com uma possível solução para a questão das dívidas da operadora com a Anatel.

Entre os itens que a agência considera que devem fazer parte da versão reformulada do plano está um esclarecimento da Oi a respeito do seu interesse (e da viabilidade) da quitação de débitos com a Anatel por meio do Programa de Regularização de Débitos Não Tributários (PRD), instituído pela Medida Provisória nº 780/2017. A MP fica em vigor até outubro. Em seu plano de recuperação, a Oi calcula existir - de acordo com a Anatel - um passivo de R$ 13,3 bilhões com o regulador, dos quais R$ 7,2 bilhões seriam negociados via PRD.

"A empresa pode solicitar ao administrador judicial autorização para aderir ao PRD. Uma vez feita a adesão, a forma de pagamento dos débitos deve estar contemplada no plano de recuperação judicial", explica o advogado tributarista Eduardo Diamantino.

Segundo apurou o Valor, dois dos principais acionistas da Oi - Pharol e Société Mondiale (fundo ligado a Nelson Tanure) - enxergam com bons olhos a opção assinalada pela Anatel. "Há hoje um espírito de que a MP nº 780 é uma das alternativas viáveis - jurídica, política e financeiramente falando", justificou uma fonte próxima a um desses acionistas.

O equacionamento da dívida com a Anatel é essencial para que a Oi consiga atrair dinheiro novo para o aumento de capital aprovado por seu conselho de administração. Sem um acordo com o regulador a respeito dos débitos, existe o temor dos investidores de que qualquer recurso injetado no caixa da companhia seja confiscado pela Advocacia Geral da União (AGU). Procurados, Oi, Pharol e Nelson Tanure optaram por não comentar o assunto.

Apesar da sinalização positiva, fonte que acompanha as conversas entre Oi e Anatel afirma que acionistas da operadora "não aceitam" o texto atual da MP nº 780. "Eles querem condições mais favoráveis: prazos e descontos maiores", resumiu. "Não aceitam a MP do jeito que está."

Prevista inicialmente para setembro, a assembleia de credores da Oi deve ocorrer na primeira quinzena de outubro. Uma das razões para o adiamento, segundo apurou o Valor, está na dificuldade em encontrar um recinto fechado com capacidade para pelo menos 5 mil pessoas. A escolha acabou recaindo sobre o Riocentro, conta fonte que acompanha o processo de recuperação judicial da Oi, mas o centro de convenções fica próximo ao Parque Olímpico, onde será realizado o Rock in Rio, de 15 a 24 de setembro.

A interdição de ruas vizinhas ao Parque Olímpico somada ao grande fluxo pedestres e à realização de outros eventos na região acabou por inviabilizar a realização da assembleia de credores em setembro, conforme planejado inicialmente, explica a fonte. Com cerca de 55 mil credores, a Oi dependia do sucesso de uma iniciativa de mediação extrajudicial para "enxugar" drasticamente o número de presentes na assembleia.

Instaurada pela Justiça, a mediação para pagamento de dívidas até o teto de R$ 50 mil permitiria quitar integralmente os débitos da operadora com cerca de 53 mil credores - mais de 96% do total. As negociações foram suspensas em consequência de uma liminar obtida pelo China Development Bank (CDB). Mesmo assim, a operadora continua a cadastrar credores via internet. Até a última sexta-feira, 6.862 credores haviam feito cadastro no site criado para esta finalidade, que acumulava quase 40 mil visualizações.


Índice de notícias :: DAA na Mídia

Governo prorroga adesão ao Refis
31.10.2017

Receita abre prazo de adesão ao novo Refis
25.10.2017

Funrural: entenda cenário após aprovação de projeto que anula cobrança
25.08.2017

Funrural: advogado orienta produtor a renegociar dívida
15.08.2017

Anatel dá 15 dias para Oi apresentar novo plano
14.08.2017

Governo publica medida provisória que renegocia os débitos do Funrural
01.08.2017

Advogado esclarece o que muda no agronegócio com a reforma trabalhista
13.07.2017

Empresa pode descontar Funrural de quem tem liminar? Tire dúvidas
17.05.2017

Funrural: 'A anistia está cada vez mais distante', avalia advogado
03.05.2017

Volta do Funrural espalha dúvidas e agita setor produtivo
02.05.2017


Mostrando 1 - 10 de 47
1 | 2 | 3 | 4 | 5

 

© Copyright 2002-2015. Diamantino Advogados Associados. Todos os direitos reservados.

Criação de sites